É difícil resumir ‘Sky: Children of the Light’ como uma coisa em particular.  Olhando para o material promocional relacionado ao jogo, vi primeiro um estilo estético e artístico que lembrava um pouco outros indies famosos, como ‘Journey’ ou ‘Monument Valley’. Além disso, o jogo também canaliza ideias semelhantes de luz e escuridão, pureza e corrupção, fortemente inspiradas nos filmes do Studio Ghibli e nas ideias xintoístas que eles canalizam. Mas, apesar dessas semelhanças, a Sky de alguma forma consegue superar todos, exceto alguns indies móveis, e há várias razões para isso.

Veja também os melhores jogos de celular para jogar com os amigos!

Voar é algo grande. No jogo, você joga essencialmente como Querubim, um dos vários anjos infantis. Assim, você leva fogo e luz na forma de uma vela para um mundo adormecido e estagnado. Mas a maneira como você atravessa este mundo é com suas asas, voando através de bancos de nuvens ondulantes e céus abertos, jogando-se de poleiros nas encostas das montanhas para dançar ao vento.

É um modo de viagem que parece muito adequado ao celular. Assim, há algo muito interminável nele, e certamente é tão relaxante quanto, digamos, o Modo Zen em ‘Alto’s Odyssey’. Na verdade, é melhor, já que há menos linearidade forçando você a seguir em frente.

A ideia de pureza

'Sky: Children of the Light': confira o review do game mobile! - Foto: UF MAS
‘Sky: Children of the Light’: confira o review do game mobile! – Foto: UF MAS

Os controles de toque não têm um pouco de precisão às vezes, mas Sky, com seu vôo preguiçoso e suave, não é um jogo que pareça ter muito uso para precisão. O voo no jogo depende principalmente da luz, um recurso que permite decolar e impulsionar. Você pode atualizar este medidor à medida que o jogo avança e preenchê-lo ficando perto do fogo, coletando luz no meio do fluxo ou acumulando nuvens durante o voo.

Eu mencionei a ideia de pureza antes, e é outra que é incrivelmente importante para Sky. Não apenas como um jogo sobre anjos, mas como um jogo social. À medida que você navega pelos céus, você encontrará outros jogadores. Você pode fazer amizade e interagir usando gestos, mas há algo bem saudável e consciente nesses encontros. Em uma das minhas mecânicas favoritas, você pode “compartilhar a carga”, segurando as mãos de outro jogador e deixando-o guiá-lo pelo jogo, ou vice-versa.

Um jogo com quebra-cabeças e desafios

'Sky: Children of the Light': confira o review do game mobile! - Foto: SB MAS
‘Sky: Children of the Light’: confira o review do game mobile! – Foto: SB MAS

Muitas das áreas exigem vários jogadores para resolver um quebra-cabeça. Você conhece aquelas seções de tutoriais em MMORPGs onde uma carga de jogadores iniciantes aleatórios tem que derrotar um grande inimigo juntos? Sky é assim, mas com quebra-cabeças e desafios. Em um dos meus níveis favoritos, que lembra um pouco o Himalaia, os jogadores devem tocar vários sinos de oração para convocar uma manta gigante do céu, que o ajudará a voar para o próximo estágio.

Um dos melhores jogos “free-to-play” monetizados

'Sky: Children of the Light': confira o review do game mobile! - Foto: PV MAS
‘Sky: Children of the Light’: confira o review do game mobile! – Foto: PV MAS

Sky é incrivelmente bom em encorajar gentilmente a interação do jogador. As moedas do jogo são um ótimo exemplo disso, pois a maneira mais fácil de ganhar uma delas, “Corações”, não é comprá-las em uma loja, mas presenteando-as a outros jogadores e recebendo-as em troca. Eles podem então ser usados ​​para desbloquear novos cosméticos e gestos. Mas, mais uma vez, a principal maneira de desbloqueá-los também não é em uma loja. Assim, a principal forma é descobrindo espíritos enquanto você viaja pelo mundo.

Depois de refazer os passos de um espírito, você obterá uma bela cena de sua vida anterior. Em seguida, poderá usar moeda para desbloquear seus cabelos, instrumentos, roupas ou gestos. Sky é um dos melhores jogos free-to-play monetizados que já vi no celular. Você está literalmente recebendo um jogo indie premium de graça e sem monetização direta ou tutorial repetitivo. Como Destiny, acho que é realmente um prazer quando você encontra alguns cosméticos que realmente gosta e quer pagar um pouco para obtê-los.

Conclusão

‘Sky: Children of the Light’: confira o review do game mobile! – Foto: NB MAS

Eu sinto que seria muito fácil ignorar Sky porque, esteticamente, é uma reminiscência de vários outros indies. Mas você estaria perdendo um dos jogos mais brilhantes atualmente no celular. ‘Sky: Children of the Light’ é inteligente, divertido e relaxante, utilizando algumas das melhores ideias do gênero MMO, mas evitando a monetização desagradável que existe em muitos free-to-plays. Seu componente social e interação com o jogador também continua uma tendência vista em outros indies como ‘Mutazione’, ‘Kind Words’ e ‘Sayonara Wild Hearts’, em direção à atenção plena e à criação de jogos online mais gentis.

Baixe Sky: Children of the Light para iOS;
Baixe Sky: Children of the Light para Android.

Gostou? O que achou? Deixe seu comentário!